sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Mergulhador Bracarense tem encontro imediato de 1º grau com peixe bizarro!


Um mergulhador Bracarense, residente em Gualtar, deu de caras com um peixe bizarro que parece ter duas pernas para caminhar no leito aquático. Os cientistas não conseguem perceber se será uma espécie já conhecida ou outra completamente nova.

Imaginem estar a fazer mergulho e ver um peixe com aquilo que aparenta ser um par de pernas. Foi exactamente isso que aconteceu a um mergulhador Bracarense durante uma expedição/ mergulho nocturno no lago da avenida central em Braga, conta a CMTB.


Um mergulhador altamente experiente de seu nome Manuel Pinto, declarou que, quando viu o peixe, suspeitou logo que fosse um “stingfish”, um dos peixes mais venenosos do mundo. No entanto, os cientistas ainda não conseguiram reunir um consenso sobre qual será esta espécie.
“O peixe veio na minha direcção provavelmente por estar a escutar nos meus headphones aquáticos o SOS METAL RADIO SHOW. Inicialmente quase que me borrei todo mas isso não tinha mal algum porque até estava dentro do lago. Depois constatei ser estranho e bonito ao mesmo tempo”, explicou o Bracarense à National Geographic, ela que deslocou um mini submarino robótico para pesquisar o leito do mencionado lago.

As imagens captadas mostram um peixe de cor avermelhada, chifres na cabeça, com barbatanas incandescentes e o que parecem ser pernas espinhosas e pés tipo cascos de cabra fumando um charuto de salsa e coentros sentado num projector de luz. O ‘stingfish’ não tem pernas mas possui os chamados “filamentos corporais” que utiliza para andar entre os crustáceos e vermes.
De acordo com a National Geographic, este peixe poderá ser uma espécie já existente ou então uma completamente nova. Os cientistas especularam entre aquilo que pode ser um “Minous Skullotoris trachycephalus”, um “Minous diabretis skull pictus toris” ou um “Minous traquinatores toris quincarinatus skull”.

Porém, como vai ser difícil ter este animal nas suas mãos, os cientistas consideram que vai ser praticamente impossível fazer uma identificação exacta. Ainda para mais, supõe-se que o peixe pode passar vários dias enterrado na lama existente no fundo do lago só surgindo à superfície nas noites de sexta e fim de semana e somente se as condições sonoras se proporcionarem.

domingo, 18 de agosto de 2019

Diabrete insano ocupa lareira de habitação de reformados!

Casal de idosos acabara de regressar de umas longas férias em França, onde tinham ido visitar os seus dois filhos, Pierre Joaquim e Marie Odete à sua maison lá para aqueles lados, e encontraram o seu frigorífico apinhado de packs de cerveja de 50 cl, espetadas de ratazanas dos esgotos de Londres, asinhas de morceguinhos Australianos e azeitonas do deserto do Saahra. 

Diabrete de 642 anos espumando da boca e sorrindo desalmadamente declarou-se culpado. 


Os reformados ribatejanos, Malaquias da Assunção e Guiomar Beltrão não ganharam para o susto e tiveram uma grande surpresa ao regressar de férias.

Eram 6 horas e 66 minutos da manhã do passado domingo, tinha terminado à instantes mais uma emissão do SOS METAL RADIO SHOW na Antena Minho, quando na sua casa localizada mesmo ao lado da Adega Vinícola do Cartaxo eles encontraram um ser infernal, de olhar maquiavélico, e de chifres reluzentes, no interior da sua lareira com as chamas a crepitar violentamente, refastelado, de lata de cerveja na mão, e a dormitar em cima das brasas. SkulltOrE El Diabrete interrogado pelo batalhão de polícia de choque local declarou-se culpado de ter comido as batatas fritas com sabor a presunto do casal, mas foi libertado pela bófia após ter ganho aos mesmos vários jogos seguidos de sueca.

Noivo tem ataque de pânico, espuma descontroladamente da boca e desmaia no altar.


Noivo tem ataque de pânico, espuma descontroladamente da boca e desmaia no altar. Noiva casa-se com mitra que se encontrava a arrumar carros.
Ex-futuro marido teve ataque de pânico, espumou descontroladamente da boca e desmaia; completamente enraivecida noiva saiu do altar e pediu a mão de arrumador de carros desconhecido que se encontrava à porta da Igreja à espera de uns trocos.



Uma noiva Indiana casou-se com um arrumador de carros Paquistanês depois que o seu ex futuro marido se ter passado no altar e desmaiado.

Segundo a delegação da CMTB do Bangladesh, o noivo - Asdrubal Joaquim Reis de 87 anos, natural de Pampilhosa da Serra, desfaleceu perante a noiva, Kangana Vidya de 13 anos, quando esta se aproximou dele acompanhada pelo respectivo padrinho o qual fazia ressoar os seus cascos no piso da igreja à medida que caminhava, sendo ele um ser de pele vermelha, com pouco mais de 40 cm de altura, com chifres trespassando a sua cartola e sorrindo desalmadamente. ' Ele bateu mal ao ver o Diabrete e ao sentir o seu perfume a enxofre ', declararam alguns dos presentes.
Enquanto Asdrubal era transportado em choque para o tasco mais próximo para ser reanimado com um copito de bagaço, Kangana completamente tresloucada decidiu trocar de noivo e pediu ao arrumador responsável pela organização local do estacionamento de carroças e carros de bois para casar consigo, o que o mesmo aceitou a troco de uns trocos.

Segundo a CMTB, a situação revoltou os convidados que destruiram por completo todo o mobiliário e loiças do local com intuito a forçar a noiva a casar antes com o próprio Padre.

O incidente ocorreu numa freguesia dos arredores de Tripoli na Libia e nas ruas tocava em bom e alto som a emissão de fim de ano do SOS METAL RADIO SHOW.

Totalmente recomposto e ao regressar do tasco, Asdrubal insistiu com Kangana que mudasse de ideias argumentando que gostava muito do empadão de carne de vitela temperado com vinho tinto que a mesma faz todos os domingos mas ela recusou-se.

Por ter degustado uma iguaria infernal, americano de 37 anos, fan de Jackass, de férias em Braga, e apesar de advertido por Gaspar Ferreira, Cónego de uma qualquer Igreja aqui do burgo, desenvolveu o sindrome de vasoconstrição cerebral reversível, que poderia ter desencadeado um AVC.

Um homem de 37 anos ao ter-se sentido mal,  teve que ser conduzido de emergência a uma das margens do Rio Este em Braga para vomitar tudo aquilo que havia acabado de ingerir.

De acordo com Manuel Pinto do Gualtar News, o caso aconteceu quando ' o referido individuo ao ver um outro individuo, este último com aspecto muito estranho tendo sido descrito como um meia-leca de cerca 35cm de altura, pele vermelha e grandes chifres na cabeça, se ter afastado com gargalhadas estridentes e aos saltinhos  de uma panela numa fogueira que ardia sem se ver a origem do fogo e  onde cozinhava algo.

Segundo José Portugal, que se encontrava de passagem no local a treinar acrobacias com o seu skate, tudo aconteceu na passada sexta-feira, poucos muitos passavam das 21:00 horas e soavam nos altifalantes instalados pela cidade  os primeiros sons de mais uma emissão do SOS METAL RADIO SHOW, quando o cidadão norte-americano se atirou à panela e começou a ingerir desalmadamente o seu conteúdo tendo começado, de imediato, a sentir dores no seu pescoço graças às emanações decibélicas. Mas os desconfortos rapidamente se transformaram numa série de fortes dores de cabeça chamadas de cefaleia trovoada e posteiormente fortissimas dores de barriga.

“Uma cefaleia trovoada dura por alguns minutos e costuma melhorar sozinha. Ela pode estar associada a náuseas, vômitos e ânsias. Entretanto, os episódios continuarão a surgir sucessivamente sem qualquer explicação intensificando-se sempre que estiver NO AR uma transmissão do SOS METAL RADIO SHOW. Nenhum tampão auditivo valerá à vitima ”, explicou  Zé Carlos Fernandes que se encontrava sentado na borda da ponte sobre o Rio Este à procura das decorações de S. João que também disse à Dona Rosinha, vendedora de tremoços e amendoins, que esse tipo de dor de cabeça possui um grande número de consequências, que podem incluir sangramentos cerebrais, criação de coágulos e insanidade.

A "culpa" foi da iguaria da panela explicou encolhido sobre a barriga Gaspar Ferreira de rolo de papel higiénico na mão. ' Passei só com a ponta do dedo num cantinho da panela para saborear a comida e deu-me logo a volta à tripa. Não sei o que fazer da minha vida, isto não pára '.
Para os especialistas de vários restaurantes chamados para o local e alguns mesmo fechados pela ASAE, todos eles acreditam que foi uma meia milenar com forte cheiro a enxofre usada como têmpero a responsável por estreitar as artérias do homem.

Entretanto e com a finalidade de lhe ser aplicada uma coima por estar a confeccionar comida na via pública sem ter pago licença, a Polícia Municipal de Braga lançou um apelo para ser localizado o proprietário da panela com recurso a um retrato robot desenhado pela própria Bélinha de quase 2 anos de idade que garante o ser infernal lhe ter pedido emprestado um chupa-chupa e não o ter devolvido.

Ser misterioso visto a deambular em Margaride à busca de Pão de Ló!


Habitantes de Felgueiras afirmaram que ser misterioso, semelhante a personagem de lenda urbana que, durante passagem por um dos bairros/ zonas daquela localidade, assustou por ali todos os cães, gatos, passarada e mesmo toda a malta com um copito a mais, deixou muitos traumatizados e sem cura possível.


A aparição inédita de uma criatura infernal deixou em choque moradores de um bairro em Felgueiras onde se confecciona o pão de ló de Margaride. De acordo com informações divulgadas pela CMTB , o que aparentou ser um Diabrete graças à sua pele vermelha, chifres na cabeça, pequena estatura e dentes à mostra graças ao seu riso constante e estridente, surgiu nas ruas aterrorizando toda vida animal e não só da zona tentando emborcar todo o pão de ló que surgisse.

Residentes da dita zona afirmaram que a criatura, dita infernal, se assemelha a personagens de lendas urbanas e que, durante a sua trovejante passagem pelo local assustou de morte todos os cães, gatos, passarada e mesmo toda a malta com um copito a mais daquele local, deixando pastores alemães e pitbulls a uivar e a ganir até ao momento em estado de choque além de quase se ter engasgado com todo o pão de ló ingerido.

Fotos completamente negras e desfocadas do ser infernal passaram a circular na web e a gerar debates controversos. Enquanto alguns acreditam na existência de criaturas de outros mundos ressaltando que ela possui várias pernas tipo centopeia e vários metros de altura, outros descartam esta possibilidade pois não foi provada ainda a existência de vida em Marte, ao que a própria criatura, em declarações exclusivas à CMTB declarou:

- é uma afronta o actual estado do FCP.
- não me está a afectar em nada a greve dos motoristas de veículos pesados pois posso voar para onde bem me apetecer...

“Para mim, o animal possui uma corcunda semelhante à de um camelo ou ao Corcunda de Notre-Dame, vi o filme e posso descrevê-lo na perfeição, pescoço longo semelhante a uma girafa ou aquelas mulheres das tribos indígenas do amazonas e face parecida com a de um rabanete ou javali”, “não seria um cão que ficou muito tempo sem ser alimentado?”, “Acho que é um ser mutante misto de gato com ratazana gigante, que bizarro”, sugeriram alguns locais.

Segundo alguns depoimentos retirados da internet, a descoberta não foi de forma alguma surpreendente, já que uma criatura semelhante já foi vista antes. "Eu vi um desses ainda no S. João passado em Braga. Ia ás bifanas e deparei com ele na fila. Lembro-me de ter ficado surpreso, pois ele olhou para mim, fixou-me nos olhos, e começou subitamente a mover-se como um canguru enquanto dava gargalhadas. Depois de comer umas tantas farturas saltou da ponte e nunca mais o vi” - declarou Manuel Pinto completamente pálido enquanto preparava mais uma edição do Diário Desportivo para a Antena Minho.

Já o Vimaranense Luís Barroso relatou que a criatura apelidada de ´SkulltOre ',  é uma personagem bem conhecida em Guimarães, apesar de lá não ser vista tantas vezes como isso,  que nada tem a ver com a lenda da mula sem cabeça e não representa um homem que se transforma em animal. "Nos arredores de Guimarães esse ser é conhecido como ´SkulltOre ', um Diabrete monstrouso que se transforma em apoiante fanático do Vitória sempre que este joga em casa.  Na cultura local, ele é retratado como um Diabrete traquinas que até se pode transformar em outros animais a seu belo prazer, como um gato ou uma ave gigante que de rompante esvazia os stocks de cerveja dos mais desprevenidos”, concluiu.